Como lidar com as críticas que você recebe no instagram?

Como lidar com as críticas que você recebe no instagram?

Você tem medo de que as pessoas não gostem dos seus posts no Instagram? Fica com receio de fazer as suas publicações e que não tenham muitas curtidas, comentários ou que alguém te critique?

Bem, se você tem esses medos, hoje eu vou dar algumas dicas e vou falar como eu fiz para não deixar que essas inseguranças me impedissem de aparecer nas redes sociais. Vamos lá?

Você sabia que 95% dos nossos medos não acontecem? Na verdade são fantasias criadas pela nossa mente. É só parar para pensar e você já vai identificar que muitos dos medos que já sentiu, nunca se concretizaram.

Geralmente, a maioria das pessoas não se expõe no Instagram pelo medo de ser criticado, mesmo sem ter passado pela situação.

Por isso, o primeiro passo é saber o que você está buscando na rede social. Analisa se o que você mais quer é reconhecimento. Se sim, certamente você está fazendo os seus posts achando que não pode errar nunca, que tem que ser perfeito em tudo que faz e com isso se cobra demais. Só que ninguém começa sendo um sucesso.

Inclusive eu sempre digo que sucesso é toda a caminhada, não apenas a conquista. Neste caso, fazer postagens que ora dão errado, ora dão certo é o que mais vai fazer você crescer na rede social.

Uma das dinâmicas que eu faço para sair desse processo “desesperador” em busca do reconhecimento é dizer para mim mesma que:

- Eu não tenho que ser perfeita em tudo que eu faço.
- Eu não tenho que fazer tudo para agradar a todos.
- Eu vou agradar alguns e outros não.

Além disso, eu aprendi que se 10 pessoas comentarem e agradecerem dizendo que o meu post está ajudando elas e apenas uma pessoa criticar, eu foco mais nessas pessoas que gostaram do que nas que criticaram, entende?

Como nós temos o hábito de não gostar do que fazemos, de nos criticar e fomos programados para ter uma autoimagem de fracasso, geralmente focamos mais nas críticas do que nos elogios. E aí achamos que o post ficou ruim, que o que fazemos nunca dá certo e por aí vai…

Outra coisa importante é parar de olhar somente para os números no Instagram, e sim mostrar o seu conteúdo para quem se interessa. Se você ficar olhando e se preocupando sempre com quantidade, vai querer desistir, pois o jogo da rede social é de longo prazo e não de curto prazo. Eu por exemplo, fiquei um ano fazendo postagens diárias para atingir melhores resultados. Então vá com calma e foque em entregar conteúdo de valor para os seus seguidores. Olhe os números somente para ver qual post deu mais certo, qual o seu público gostou mais e interagiu.

Mais uma dica top é não esperar um reconhecimento incrível nas suas postagens. Talvez os posts não alcancem muitas pessoas no início e está tudo bem. Pare e analise o que não deu certo e aprenda a se reinventar para melhorar os próximos.

Ainda sobre as críticas: caso você receba um comentário negativo ou uma crítica, procure ler o comentário mais de uma vez para entender a posição da pessoa referente a sua postagem. Sempre me coloco no “lugar da pessoa” e penso: bem, o objetivo é ajudar, mas pode ser que ela não soube se expressar direito ou está num dia ruim, por isso falou desta forma.

A partir disso eu costumo ler umas quatro ou cinco vezes e tento interpretar de verdade o que está escrito. Todas as vezes que fiz isso consegui dar uma resposta que mostrou o meu posicionamento, sem devolver a crítica com raiva.

Então, você terapeuta, que está com medo de ser julgado no Instagram, recomendo que se liberte e que nada te impeça de mostrar o seu potencial.

E lembre-se que nesse mundo das redes sociais você sempre vai agradar muitas pessoas e desagradar outras. Acostume-se com isso e pare de esperar reconhecimento o tempo todo. E mais, curta o que faz: os seus posts, os seus vídeos e faça suas publicações numa vibe bem boa que essa vibração vai contagiar quem te acompanhar. Vamos juntos!

Quer saber mais sobre como usar as redes sociais para divulgar o seu trabalho como terapeuta? Se sim, me acompanhe nas redes sociais.
Clique aqui.