TERAPEUTA, você hoje paga para atender? Já pensou em desistir centenas de vezes? Ou não teve coragem para começar? Inscreva o seu e-mail e ganhe um ebook com DICAS EXCLUSIVAS para realizar o seu 1º atendimento!

Terapeuta – um plano simples para se sentir seguro e mudar de profissão.

Em 17/12/2017 , Comments

Terapeuta – um plano simples para se sentir seguro e mudar de profissão.

A minha maior dúvida é como começar a atender de forma profissional e como migrar aos poucos com segurança e planejamento para me dedicar cem por cento, sendo que os dois empecilhos que vejo hoje são: a disponibilidade de tempo e um local para começar a atender.

Você também vive essa realidade? Tem essas dúvidas? Então, nesse post eu quero lhe contar alguns “segredos” que talvez nem sejam novidades para você. Só que são ações simples que me ajudaram a mudar a minha realidade e fazer a transição profissional.

Não sei se você sabe. Antes de eu ser terapeuta, eu trabalhava como professora de educação infantil e estava fazendo Pedagogia. Confesso que quando descobri o mundo das Terapias Holísticas senti tanta afinidade com a proposta e também estava tão deslumbrada com as mudanças positivas que estava vivendo, que senti que precisava ajudar mais pessoas a transformarem as suas vidas também.

E muitos terapeutas se motivam desta forma: começam fazendo cursos para si, para se autoajudar e de repente sentem que tem o dom de levar essa consciência e essa transformação para mais pessoas... E querem seguir por este caminho, só que sem saber como e por onde começar.

Por isso que quero contar mais sobre como foi esta experiência para mim. E no final vou falar de um plano simples com ações que me auxiliaram neste processo de transição profissional. Porque mais do que realmente ter atitudes, você precisa construir uma mentalidade que vai leva-lo aonde quer estar. E muitos erram nisso. Vão muito rápido ao objetivo sem mentalizar, planejar e se adequar a esta realidade projetada.

 

Terapeutica: principais sentimentos que impedem de mudar.

O que eu sentia antes de mudar minha vida profissional? Muito medo de dar errado, receio de mudar e de repente descobrir que não era para mim. Não sabia como ia fazer para me sustentar numa profissão relativamente nova e que poucas pessoas conheciam. Afinal, isto aconteceu há 12 anos atrás... E as pessoas conheciam menos do que hoje em dia. Por isso, era um grande desafio para uma pessoa de 21 anos e que até então tinha em mente uma carreira pré organizada...

Eu tinha em mente que iria me formar, fazer concurso e que trabalharia como professora pelo resto da vida até me aposentar. Não tinha ambição, não tinha objetivos muito grandes e sinceramente: eu pensava em ter uma vida muito medíocre. Isso falando de mim. Se você é professor, talvez tenha uma mentalidade bem diferente da minha, ok. Só que para mim, não havia perspectvias de uma vida extrordinária, entende?

Eu não conseguia ver um futuro muito brilhante. Tudo era muito pequeno e pouco, perto do potencial que depois eu descobri que tinha. E isso é muito pior do que qualquer outro medo ou insegurança que você sente ao pensar em mudar de profissão.

Sempre digo que muitas vezes você não tem medo de dar errado. Você tem medo que dê certo! Pois se isto acontecer, obrigatoriamente você vai ter que agir, mesmo com medo. E muitas vezes os medos são formas de fugir da realidade que queremos e de procrastinar o início de algo novo.

Entretanto, se você sente que realmente precisa mudar, que quer dar um passo além e está comprometido em fazer o que é necessário para ser terapeuta, abaixo eu vou compartilhar esse plano de ação, com questões muito importantes antes de realmente tomar atitudes em prol desta mudança. Para mim foi essencial para me preparar e então encaixar esta realidade na minha vida.

 

Terapeuta holístico: ações para preparar a transição profissional.

Bem, agora eu quero falar sobre o que eu acho fundamental num processo de transição de carreira. Antes de tomar qualquer atitude concreta, sugiro que reflita sobre essas questões, ok:

AÇÃO 1: Parar com o: “E se... Será? Não sei...” Ter certeza do que você quer e conduzir sua vida na direção disto é essencial no processo. Também precisa tomar a decisão de fazer dar certo para não desistir. Sempre que a mudança é grande, os desafios serão grandes, na mesma proporção, lembre-se sempre disto! O propósito, o porque você quer ser terapeuta precisa estar claro sempre. Sem esses motivos positivos, você não se mantém forte.

AÇÃO 2: Ter um planejamento de todos os passos, principalmente financeiro. E saber o que vai ganhar e o que vai perder. O que pode dar errado? Refletir profundamente sobre isto é muito importante. Depois de definir e ter planejamento, precisa manter constância. Como diz meu amigo Bruno Gimenes: é hoje, amanhã e depois...

AÇÃO 3: Na maioria das vezes o medo que nem sempre é real, pois pesquisas mostram que 95% dos nossos medos não acontecem, apenas estão na mente. Pensar que pode dar certo. Isso pode travar porque para dar certo, pode ser que você vá amadurecer e que vá precisar mudar alguns hábitos, mudar rotina, abrir mão de finais de semana com família ou horários em casa. Enfim, mudanças vão acontecer e você vai precisar abrir mão de algo, então fique atento a isso!

AÇÃO 4: Seu primeiro atendimento não vai ser o melhor. Dê o seu melhor na condição que tem e pare de cobrar de si mesmo, a perfeição logo de cara! O que vai acontecer quando der certo? Considere que vai dar certo e tire a possibilidade de dar errado! Imagine-se sendo um terapeuta de sucesso e faça isso agora! Depois continue mentalizando isto para construir na sua mente a realidade que você quer, ok.

AÇÃO 5: Os medos fazem parte da sua vida. Não se culpe, porque só é anormal quem não sente medos. Isto porque você desconhece o que vai acontecer. O que não pode é deixar o medo paralisar você. Você já nasceu pronto: acredite nisso! E se der medo, vai com medo mesmo. Afinal, só existe um antídoto para o medo: fazer o que precisa ser feito.

AÇÃO 6: Estabelecer um objetivo, transformando o sonho em objetivo. O objetivo precisa ser específico (mudança de profissão, qual profissão você quer trabalhar? Por exemplo). Depois disto, mensurar, colocar data e se comprometer com a realidade que quer alcançar. E o 3º passo é tornar esse objetivo alcançável: não dá para pensar em algo que não tem como fazer (exemplo: hoje atendo 0 clientes e amanhã quero 50).

AÇÃO 7: Seja coerente! Se você sabe que os números são impossíveis, coloque números viáveis! E além disto, precisa ser temporal. Colocar dia, mês e ano. Aí o sonho vira um objetivo. E esse objetivo vira uma meta. E aí faça um plano para chegar no objetivo final. Quantos clientes vou atender, em quanto tempo e quanto vou faturar até essa data. Quanto preciso crescer mês a mês para chegar lá.

 

 

 

Agora eu quero dizer que tempo é questão de prioridade e que se você estiver disposto a fazer o que precisa ser feito, arrumará tempo. E sobre o melhor local para atender, para quem está iniciando sugiro que comece fazendo parcerias: pague uma porcentagem para um Espaço Holístico sobre os atendimentos, ou subloque uma sala em parceria com alguém para que o custo não seja tão alto! Depois com o tempo, você pode planejar alugar uma sala só sua ou ter o seu Espaço Holístico. Mas para quem está começando, sugiro começar assim, ok. E se quiser saber mais sobre o assunto, acesse aqui e veja um post onde falo mais!

Quero finalizar dizendo que caso queira seguir pelo caminho de ajudar as pessoas e ser um profissional, eu tenho um projeto, uma missão que é ajudar Terapeutas Holísticos a serem Top Terapeutas. Nesse momento você pode ter acesso a um Ebook (gratuito) com dicas e perguntas sobre o que fazer para realizar o seu primeiro atendimento. Acesse abaixo, deixando o seu e-mail!

[widget 326]

 

comments powered by Disqus